A Fundação da Ordem Social vem a público manifestar total repúdio à morte de João Alberto Silveira Freitas, 40, vítima de espancamento nesta quinta-feira, 19, no pátio de estacionamento de uma das unidades da rede de hipermercados Carrefour, em Porto alegre (RS).

Neste dia 20 de novembro, data em que refletimos sobre a consciência negra no Brasil e lutamos contra o racismo, é lamentável acompanhar os noticiários e notar o reflexo de uma triste realidade ainda bastante presente em nossa sociedade.

Dessa forma, manifestamos nesta nota o nosso total repúdio às agressões físicas desferidas por uma equipe de segurança despreparada que causou a morte de João Alberto e consequentemente a indignação de milhares de brasileiros.

A FOS se solidariza com os familiares de João Alberto e lamenta que a vida de mais um brasileiro tenha sido tirada de maneira tão desumana em um pátio de estacionamento de hipermercado no Brasil.  Lutamos pela implementação de políticas públicas contra o racismo no país para conquistarmos um futuro mais justo, democrático e igualitário.