Com o objetivo de incentivar a participação de pessoas pretas e pardas na política, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou no dia 25 de agosto as novas regras para distribuição de recursos financeiros e tempo televisivo para as Eleições Municipais de 2020.

O órgão decidiu pela distribuição proporcional dos recursos eleitorais de partidos políticos e do tempo televisivo às candidaturas negras nestas eleições. De acordo com o TSE, o número de candidaturas de pessoas que se autodeclararam ser pretas ou pardas foi de 276.091 candidatos neste pleito. Este número representa 49,9% do total de candidaturas registradas

Observa-se que a medida do TSE possibilitou que, pela primeira vez, os candidatos negros registrados passaram a ser o maior grupo de postulantes a cargos eletivos no país desde que o TSE passou a coletar informações referentes a raça, em 2014.

A Fundação da Ordem Social (FOS) realizou uma análise completa para avaliar o desempenho do Partido Republicano da Ordem social (PROS) nas Eleições Municipais 2020 e avaliou, entre outros objetos de análise, o quantitativo de eleitos por raça nestas eleições.

A análise aponta que com a nova regra em vigor, o PROS obteve um desempenho positivo em âmbito nacional alcançando a 7ª posição no ranking de partidos com a maior proporção de candidatos negros eleitos. O partido, que em 2020 participa de sua segunda Eleição municipal, elegeu o total de 442 candidatos pretos ou pardos no primeiro turno. Esse número representa 51% dos candidatos eleitos pela legenda.

Dentre os candidatos pretos ou pardos eleitos pelo PROS nestas eleições, 12% foram do gênero feminino enquanto 88% foram do gênero masculino. Em relação aos cargos dos candidatos pretos ou pardos eleitos pelo PROS, 24% dos candidatos a prefeito foram do gênero feminino enquanto 76% foram do gênero masculino.

A pesquisa realizada pela FOS mostra ainda que dentre os candidatos pretos ou pardos eleitos para o cargo de vereador pelo PROS, 12% foram do gênero feminino enquanto 88% foram do gênero masculino. Em relação ao cargo de vice-prefeito, 9% dos eleitos foram do gênero feminino enquanto 91% foram do gênero masculino.

 

Acesse o relatório completo do desempenho do PROS nas Eleições 2020 clicando no link:    

Relatório – Resultado PROS Eleições 2020