A Fundação

Na busca da excelência para sua atuação a Fundação da Ordem Social trabalhou nos princípios que norteiam sua concepção e forma de atuação na busca para alcançar as metas definidas no seu planejamento estratégico. Esta instituição nasceu inspirada pelo mesmo sentimento dos fundadores do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), ou seja, o desejo de criar uma instituição
política capaz de contribuir para o amadurecimento da democracia brasileira e o desenvolvimento nacional. A conclusão a que a FOS chega é que o desenvolvimento do país passa antes pelo desenvolvimento do cidadão.
Portanto, os princípios de atuação – transparência, empoderamento, empreendedorismo e inovação – refletem esse desejo de dar ao cidadão instrumentos e oportunidades de desenvolver-se e participar mais ativamente na condução dos assuntos da República.


ESTATUTO

Introdução

A Fundação da Ordem Social é uma instituição sem fins lucrativos que nasceu movida pela história do Partido Republicano da Ordem Social, criado em 2013 e que possui na sua essência a determinação de pessoas que vislumbraram na construção de uma nova instituição política a oportunidade para melhorar a vida dos brasileiros.

Revestida do sentimento que inspirou a ação dos fundadores do PROS, a Fundação da Ordem Social tem como objetivo de atuação o fortalecimento da democracia brasileira com o aprimoramento e a ampliação dos mecanismos de participação popular existentes. Tem como princípios: a transparência, o controle social / institucional do Estado (accountability); o empoderamento dasociedade (empowered participation); inovação e empreendedorismo, tanto das instituições quanto dos indivíduos.

Nesta perspectiva, o Estado Brasileiro tem papel de grande relevância, devendo ir além das funções básicas de manutenção da ordem interna, atendimento das demandas da sociedade e defesa da soberania do território.

Para a Fundação, instituições públicas indutoras ou criadoras de oportunidades para o desenvolvimento do potencial inovador e empreendedor da sociedade, com amplas e plurais discussões sobre os temas abordados são indispensáveis para melhoria da condição socioeconômica do país. As instituições, por sua vez, têm atuação de destaque no fornecimento de informações e na elaboração de projetos que visem alterar a realidade e enfrentar os desafios e problemas a serem trabalhados.
Assim, esses princípios são elementos que não só são fundamentais para nortear o trabalho interno da Fundação, como também guiarão as suas ações como forma de contribuir para o desenvolvimento da nação e para o amadurecimento da ampliação da democracia do Brasil.

Para tal, faz-se necessário o ententimento do contexto ao qual o Partido Republicano da Ordem Social foi criado e os principios que regem a Fundação, accountability, emponderamento, empreendedorismo e inovação.